Batalha da ALESP, servidores em

Trabalhadores resistiram à repressão da Polícia Militar no ato contra a reforma da previdência promovida pelo governo de João Dória (PSDB). A manifestação ocorreu dia 3 de março, em frente à Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP), mas não conseguiu impedir que a reforma fosse aprovada.

Dentro da plenária da casa a PM também atacou os servidores que tentavam acompanhar a votação, já do lado de fora foram lançadas centenas de bombas e tiros de balas de borracha contra os trabalhadores, muitas pessoas ficaram feridas e a imprensa foi diversas vezes ameaçada por policiais.

Confira as fotos feitas pelos fotógrafos Kauê Pallone e Pablo Washington

 

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo